A Boca do Lixo!

Hoje a Sessão Filme da Semana é dedicado ao período mais prolífico e controverso do cinema brasileiro: A Boca do Lixo! Estão disponíveis no Acervo Hell Business dezenas de produções distribuídas em coletâneas (20 Filmes compilados em 5 DVDs), contendo os mais notáveis filmes oriundos da Rua do Triunfo e suas adjacências, que vão da mente doentia de Sad Baby ao virtuosismo de Ody Fraga. A grande maioria dos filmes possuem ótima qualidade de imagem e som, e os que possuem qualidade razoável estão compilados com filmes de ótima qualidade para contrabalancear. Um deleite para os apreciadores do cinema nacional e pessoas interessadas em conhecer às famigeradas produções da Pornochanchada e obscuridades do pornô erótico.









DVD BOCA DO LIXO 01 (+18)

A NOITE DAS TARAS
AS SEIS MULHERES DE ADÃO
AS TARAS DO MINI VAMPIRO
COISAS ERÓTICAS

DVD BOCA DO LIXO 02 (+18)


A FÊMEA DO MAR
GISELE
UM PISTOLEIRO CHAMADO PAPACO
ALUCINAÇÕES SEXUAIS DE UM MACACO

DVD BOCA DO LIXO 03 (+18)

A B... PROFUNDA
MULHER TENTAÇÃO
CAÇADAS ERÓTICAS
O ÔNIBUS DA SURUBA
NO CALOR DO BURACO

DVD BOCA DO LIXO 04 (+18)

HISTÓRIA QUE AS NOSSAS BABÁS NÃO CONTAVAM
POSSUÍDAS PELO PECADO
O IMPÉRIO DO SEXO EXPLÍCITO
COMANDO EXPLÍCITO

DVD BOCA DO LIXO 05 (+18)

OH REBUCETEIO
OS ANOS DOURADOS DA SACANAGEM
HOSPITAL DA CORRUPÇÃO E DOS PRAZERES
O ANALISTA DE TARAS DELICIOSAS

* INFORMAÇÕES DOS FILMES:

A NOITE DAS TARAS (1982)

O filme conta três histórias com o mesmo tema: A noite de marinheiros que desciam no Porto de Santos e subiam a serra para se envolver em aventuras em São Paulo. Direção de David Cardoso, Ody Fraga e John Doo.

AS SEIS MULHERES DE ADÃO (1982)

Clarisse convida para um jantar Helena, Amanda, Serena, Sarita e Marta que, como ela, foram amadas e abandonadas por Adão, o convidado de honra. As mulheres chegam mais cedo e narram seu encontro com o homem, a partir do qual se apaixonaram. Direção de David Cardoso e roteiro de Ody Fraga.

AS TARAS DO MINI VAMPIRO (1987)

Em uma cidade do interior de São Paulo, um vampiro anão sedento de sangue aterroriza os casais quando fazem amor. O prefeito então decide explorar a imagem do vampiro para atrair turistas. Dirigido por José Adalto Cardoso.

COISAS ERÓTICAS (1981)

Primeiro filme nacional a conter cenas de sexo explícito. Três histórias: na primeira, o herói passa o fim de semana com uma modelo, na segunda, casais praticam swing; e na última, rapaz faz sexo com a futura sogra e as futuras cunhadas. Direção: Rafaelli Rossi & Laente Calicchio

***********************************************************************************

A FÊMEA DO MAR (1981)

Numa ilha deserta do litoral catarinense, mulher vive com os dois filhos na esperança de que o marido que saiu para o mar volte um dia. A chegada de um marinheiro (interpretado pelo cineasta Jean Garret) com a notícia da morte do marido vai desencadear a liberação sexual deles e, ao mesmo tempo, um clima sinistro de angústia e tensão. Direção de Ody Fraga.

GISELE (1980)

O filme conta a história de Giselle (Alba Valéria), filha adolescente do rico fazendeiro Lucchini (Nildo Parente). A jovem possui um comportamento liberal e promíscuo, tendo casos com a madrasta Haydée (Maria Lúcia Dahl) e com Ângelo (Carlo Mossy), capataz da fazenda de seu pai. Posteriormente, com a chegada do filho de Haydée, Sérginho (Ricardo Faria), as intocáveis relações familiares passam a dar lugar a um triângulo amoroso entre os três, regado a sexo e busca do prazer físico e psicológico. Dirigido e roteirizado por Victor di Mello.

UM PISTOLEIRO CHAMADO PAPACO (1986)

O pistoleiro Papaco vaga pelo Oeste arrastando seu caixão recheado de mercadorias preciosas para negociar com um grupo de bandidos na cidade de Santa Cruz das Almas. No caminho, após duelar e matar seus quatro maridos, Papaco conhece Linda, que pede para acompanhá-lo. Chegando na cidade, várias gangues ligadas aos chefes locais do crime, Jane e Sapato, tentam roubar a mercadoria no caixão. Após ser acolhido no bordel da cidade pelo papa-defunto, Papaco é rendido pelo anão Big Boy, mas finalmente consegue negociar a mercadoria. Filme pornô com alguns dos principais clichês do “Western spaghetti”. Dirigido por Mário Vaz Filho.

ALUCINAÇÕES SEXUAIS DE UM MACACO (1986)

Assistente de montagem de filmes pornográficos passa a ter sonhos eróticos com um macaco. Obs: O macaco em questão é um anão vestido de gorila. Direção de Custódio Gomes.

***********************************************************************************

A B... PROFUNDA (1984)
Linda é uma jovem bela e rica. Ao passar um fim-de-semana no Guarujá, encontra Helena e a esta revela que jamais obteve prazer no amor. Encaminha a amiga ao mais famoso sexólogo do País, Dr. Jung, que descobre seu problema. Linda passa a procurar o parceiro ideal. Um produtor resolve fazer um filme e Linda torna-se grande estrela, encontrando no final, o amor tão desejado.
Direção de Álvaro De Moya.

MULHER TENTAÇÃO (1982)


Os percalços eróticos de uma família: o pai voyeur espia e assedia todas as empregadas da mansão. A esposa é uma devoradora, que seduz jovens rapazes e a filha ninfomaníaca disputa seus namorados com a própria mãe. Direção de Ody Fraga.


CAÇADAS ERÓTICAS (1984)

O pôster original nos cinemas anunciava: 'David Cardoso em seu primeiro filme de sexo explícito'. Caçadas Eróticas é exatamente o que o título diz, com um bando de homens em busca de sexo. Diretor(es): David Cardoso, Cláudio Portioli.

O ÔNIBUS DA SURUBA II

Um grupo de atores de teatro atravessam o país dentro de um ônibus promovendo golpes mambembes e orgias coletivas. Com várias cenas de orgia e uma trilha sonora sensacional (toca Lionel Richie, Irene Cara e outras pérolas dos anos 80) Sady Baby mais uma vez, faz tremer as estruturas do cinema brasileiro. Direção Sady Baby.

NO CALOR DO BURACO (1986)

Após ter sua namorada estuprada, capataz tenta emprego numa fazenda nas proximidades, mas é traido pelos seus próprios colegas. Depois de conseguir escapar de uma emboscada ele se vinga de um por um. Dirigido por Sady Baby e Renalto Alves.

***********************************************************************************

HISTÓRIAS QUE AS NOSSAS BABÁS NÃO CONTAVAM (1979)

Dirigido por Oswaldo de Oliveira, o filme é uma paródia da história da Branca de Neve.

POSSUÍDAS PELO PECADO (1976)

O milionário Leme é separado da esposa e carrega uma enorme frustração de não ter filhos. Em sua casa ainda moram o ambicioso André, a governanta e sua filha, Dora. Leme só não imagina que André e sua ex-mulher são amantes e planejam o seu assassinato. Direção de Ody Fraga.

O IMPÉRIO DO SEXO EXPLÍCITO (1985)

Marcelo é um ex-presidiário em busca de vingança (embora não seja explicado a vingança de quem ou o por quê). Ele se une ao amigo Luanda para passar a perna em duas violentas quadrilhas de traficantes de drogas, que estão para fazer uma negociação milionária. Quando chega a hora da troca, Marcelo embolsa o dinheiro, rouba a muamba, mata o entregador e inicia uma sangrenta guerra entre quadrilhas. Mas o cerco se fecha também contra ele e suas duas amadas, Cris e Linda, uma amante do passado que o anti-herói reencontra. Direção de Marcelo Motta.

COMANDO EXPLÍCITO (1986)

Homem extremamente obcecado por uma garota se utiliza de todos os meios para tê-la, praticando sequestros e outras barbaridades. Direção de Alfredo Sternheim .

***********************************************************************************

OH REBUCETEIO (1984)

Um grupo de jovens atores participa de uma competição teatral que elegerá a peça mais picante. Direção de Cláudio Cunha.

OS ANOS DOURADOS DA SACANAGEM (1986)

Dois contos eróticos que fazem um tributo aos "catecismos" de Carlos Zéfiro, gibizinhos vendidos clandestinamente em bancas de jornais, que reproduziam cenas de sexo explícito. No primeiro conto, um marido endividado pede ajuda financeira a um amigo e, este, ao não receber o pagamento na data devida, mantém relações sexuais com a mulher daquele para sanar a dívida. No último conto, um padre, ao ouvir a confissão de uma garota que perdera a virgindade, propõe retirar o demônio desta da mesma forma como ele entrou. Direção de Paulo Antonione.

HOSPITAL DA CORRUPÇÃO E DOS PRAZERES (1985)

Num hospital desqualificado, enfermeiros, médicos e pacientes participam de uma grande orgia. Cenas explícitas num dos mais baixos filmes nacionais do gênero. Dirigido por Rajá de Aragão.

O ANALISTA DE TARAS DELICIOSAS (1984)

Paródia do seriado americano A Ilha da Fantasia. Aqui o Dr. Moss realiza as mais variadas fantasias sexuais de seus visitantes. Dirigido por Fauzi Mansur.
Gostou? #Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos para o Hell Business, por isso caso tenha algo a acrescentar ao artigo ou apenas quer expressar sua opinião, não deixe de comentar.

 
Copyright © 2008 - 2017 Hell Business - O Reduto dos Monstros