sábado, 12 de setembro de 2009

O Ciclo do Pavor

Em um pequeno vilarejo, um médico legista é chamado para fazer uma autópsia em uma moça morta em circunstâncias misteriosas; cravado em seu coração é encontrado uma moeda de prata, colocada por uma bruxa local. Instigado pelo mistério da morte e pelo comportamento supersticioso dos habitantes, o legista, com o auxílio de uma moradora local, investigam o caso e se deparam com a lenda de uma maldição envolvendo a família Graps.

  Bava apenas orquestra a mais poderosa opressão atmosférica da história do cinema. Não tem explicação. São 80 minutos do que há de mais puro, selvagem e sensorial; um cinema que se comunica pela cadência do coração e pela linguagem dos poros.
Logo que o sol se põe, o filme mergulha num deslumbrante pesadelo. Em Operazione Paura, há outro mundo por trás das coisas, um mundo irreal e alucinógeno que só se revela no escuro de uma meia-noite, e que só chegou perto de ser tão bem trabalhado quanto aqui em Depois de Horas, do Scorsese, e A Hora do Lobo, do Bergman. É esse ar feérico e macabro de dimensão paralela que é tão talentosamente usado como matéria-prima da atmosfera inacreditável construída por Mario Bava e que entorpece e confunde e dilacera os sentidos.

E cada plano é arquitetado pelo mestre como uma tela, porque via de regra o homem que começou como pintor posiciona a câmera em um canto obscuro do cenário e realiza a mágica da luz, do som e do movimento que seus ex-colegas nunca sonharam, dando vida (como Kubrick em Barry Lyndon, mas superior) a um universo que é claramente propriedade das tintas, das molduras e da imaginação, porque chega um dado momento em que você não distingue mais se o vento realmente sopra na cena ou se os seus ouvidos já interpretam como verdade o que é apenas sugerido pelo ambiente.

E as cores, apesar de menos carregadas que no trabalho sensacional feito em Seis Mulheres para o Assassino, compõe-se de uma harmonia muito mais precisa e diabólica jogando o filme no ralo daquele redemoinho lisérgico operado nas escadarias, ou pelo labirinto entre as salas, ou por qualquer outra fenda que se abra para a fábula entre uma ou outra via da realidade, porque Operazione Paura é tudo isso, é completo a representação fantástica e saturada de um sonho/um surto/um estado orgásmico de loucura escrito no verso da madrugada sob a razão encantada de um feiticeiro e de sua câmera.

Título Original: Operazione Paura (1966)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Italiano - Dolby Digital 2.0
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são muito bem vindos para o Hell Business, por isso caso tenha algo a acrescentar ao artigo ou apenas quer expressar sua opinião, não deixe de comentar. Você pode comentar de 3 maneiras:
1- Com sua conta no Blogger.
2- Com uma conta no Disqus (Twitter, Google etc).
3- Com sua conta no Facebook.
Para isso basta clicar nos botões acima das respectivas redes sociais.

O Reduto Dos Monstros

Importante: Os filmes disponíveis em minha lista não possuem lançamento no Brasil ou são filmes que caíram em domínio público ou tiveram o direito autoral expirado. Desta maneira o processo se torna legal e sem a alcunha de pirataria. É um processo similar ao que ocorre com livros, músicas e outras obras autorais. A depender da lei de cada país, após um determinado período de tempo (décadas), o copyright do filme expira e ele pode ser compartilhado e exibido em público sem o pagamento de direitos autorais.




Curta no Facebook

Horror Movie Fans