Um explorador britânico se perde nos confins da Antártida, o que faz com que uma expedição seja imediatamente enviada à região. Em meio às buscas, os militares encontram uma povo pré-histórico constituído por guerreiros selvagens e criaturas sinistras.

O Povo que o Tempo Esqueceu (The People That Time Forgot), também conhecido como Criaturas que o Tempo Esqueceu e O Mundo que o Tempo Esqueceu, é um filme britânico de Horror e Ficção Científica, produzido pela lendária Amicus, originalmente lançado em 1977, dirigido por Kevin Connor e estrelado por Patrick Wayne, Doug McClure  e Sarah Douglas.

Mais um grande filme que explora o universo fantástico e que nos remete ao período áureo da televisão aberta, em que filmes independentes de Fantasia, Horror e Ficção Científica desfilavam nas telas de sessões noturnas. O Povo que o Tempo Esqueceu é a sequência de A Terra que o Tempo Esqueceu (1975), também produzido pela Amicus. Naquele período, a Amicus rivalizava com a Hammer Films e quem se dava bem com esta disputa eram os fãs do cinema de Horror e Fantasia, pois foram realizados clássicos do gênero por ambas produtoras. Recomendo incondicionalmente.



Título Original: The People That Time Forgot (1977)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen


Um teste de bomba atômica no ártico faz com que um dinossauro congelado há milhares de anos nas profundezas do oceano retorne à vida para aterrorizar a cidade de Nova York, enquanto um cientista desacreditado tenta encontrar um meio de conter a criatura.

O Monstro do Mar (The Beast from 20,000 Fathoms) é um filme estadunidense de Horror e Ficção Científica, originalmente lançado em 1953, dirigido por Eugène Lourié e estrelado por Paul Hubschmid, Paula Raymond e Cecil Kellaway.

A partir do Pós-Segunda Guerra mundial foram produzidos uma avalanche de filmes de Ficção Científica com temas apocalípticos e que lançavam um olhar de suspeita sobre as descobertas tecnológicas da modernidade. As paranoias da Guerra Fria refletiam nos filmes de gênero Hollywoodianos e o tema da bomba atômica foi um dos mais explorados.

O primeiro filme a trabalhar com a ideia de uma criatura ser despertada por elementos atômicos foi O Monstro do Mar, uma das mais importantes obras de Ray Harryhausen, o mestre da técnica stop-motion. Produzido com baixo orçamento e contando apenas com o talento de Harryhausen, o filme foi um sucesso de bilheteria e hoje é considerado um dos melhores filmes de ficção científica já feitos. As incríveis cenas do monstro invadindo Nova York é certamente uma das mais belas sequências do cinema de ficção científica e se tornaram memoráveis. Recomendo incondicionalmente.


Título Original: The Beast from 20,000 Fathoms (1953)
Cor: P & B
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Dublado em Português - Estéreo
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen

Um inspetor de polícia investiga misteriosos assassinatos em série nos quais as vítimas são ceifadas de maneira assustadora. Após reunir pistas e interpretar os fatos, o inspetor descobre que as vítimas possuem em comum o hábito de frequentar uma casa de massagem, local que pode revelar a identidade do assassino.

O Ventre Negro da Tarântula (La tarantola dal ventre Nero) é um filme italiano de Horror, do subgênero Giallo, originalmente lançado em 1971, dirigido por Paolo Cavara e estrelado por Giancarlo Giannini, Claudine Auger e Barbara Bouchet.

Considerado por alguns críticos como o melhor Giallo já feito, esta contagiante preciosidade do cinema de Horror italiano apareceu na esteira do estrondoso sucesso do clássico O Pássaro das Plumas de Cristal, dirigido pelo mestre Dario Argento, e com o passar dos anos se tornou um dos maiores representantes de um gênero que iria influenciar boa parte da produção de cinema de Horror nas décadas de 1970 e 1980. O filme é um deleite aos fãs dos filmes que trabalham com a premissa de “um assassino misterioso à solta”, e conta com a maravilhosa e assustadora trilha sonora do grande Ennio Morricone. Apague a luz, aperte o play e embarque nesta horripilante experiência cinemática do Horror europeu dos anos 1970. Recomendo incondicionalmente.



Título Original: La tarantola dal ventre nero aka Black Belly of the Tarantula (1971)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Italiano - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen


Jovem italiana vai para Alemanha estudar dança em uma escola renomada de Berlim, mas assim que chega ao local fica sabendo que a instituição é palco de misteriosos assassinatos. Ao fazer uma investigação sobre os estranhos acontecimentos, a moça descobre que a escola é na verdade um templo de práticas obscuras de bruxaria.

Suspiria (Suspiria) é um filme italiano de Horror, originalmente lançado em 1977, dirigido por Dario Argento e estrelado por Jessica Harper, Stefania Casini, Flavio Bucci.

Considerado por muitos como o filme de Horror mais belo de todos os tempos, Suspiria é certamente uma obra prima de impacto visual surpreendente que, em estilo operístico, consegue ser impressionista, expressionista, surrealista e barroco. Para alguns analistas, trata-se de um conto de fadas mal assombrado, para outros, a materialização, por meio do cinema, de um terrível pesadelo.

A fotografia, de estilo visual único e um colorido altamente dramático, foi inspirada nas cores vivas do clássico Branca de Neve e os Sete Anões (1937). O lendário diretor italiano Dario Argento conseguiu unir Horror e beleza, fazendo o filme se tornar uma experiência visual e sonora perturbadora, tendo como resultado um dos filmes mais belos e assustadores de todos os tempos.

A trilha sonora de Suspiria, considerada a melhor trilha de um filme de Horror já feita, cria uma atmosfera inebriante e macabra, e foi composta pelo próprio Dario Argento em parceria com a banda de Rock progressivo Goblin. Suspiria foi o primeiro filme da assustadora Trilogia "Três Mães", seguida por A Mansão do Inferno (1980) e O Retorno da Maldição: A Mãe das Lágrimas (2007). Recomendo incondicionalmente.


Título Original: Suspiria (1977)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Dublado em Português - Estéreo
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen

A Lista de Filmes foi atualizada, para conferir clique no link abaixo:

 LISTA DE FILMES ATUALIZADA - 25 - 11 - 2018

 CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A LISTA DE FILMES

 OU PELO LINK:

 Lista de Filmes completa com todas informações no "formato" EXCEL que abre com o MICROSOFT OFFICE EXCEL:

 CLIQUE AQUI para realizar o Download da Lista

 DÚVIDAS OU PEDIDOS PELO E-MAIL: thehellbusiness@gmail.com


* TODOS COM LEGENDAS EM PORTUGUÊS E/OU DUBLADOS!
* DISPONÍVEL NA LISTA OS MAIORES CLÁSSICOS DO CINEMA!
* HORROR/ TRASH/ SUSPENSE/ SCI-FI/ EXPLOITATION/ CLÁSSICOS E MUITO MAIS!
* POSSO GARANTIR QUE AQUI ESTÃO OS MAIORES CLÁSSICOS DE TODOS OS TEMPOS E OS FILMES MAIS RAROS E EXCLUSIVOS!!

* Acompanhe as atualizações da lista através do Site:

   http://www.hellbusiness.com

* Curta a página do HELL BUSINESS no Facebook:
   CLIQUE AQUI para conferir a página do HELL BUSINESS no Facebook.

Abraço,
Hell Business.
Cientistas descobrem que no fundo do oceano há uma criatura enorme e sedenta por sangue. Após realizarem pesquisas com vistas a identificar a criatura, os cientistas descobrem que se trata de um polvo gigante e radioativo que está indo em direção à São Francisco para causar horror e destruição. Conseguirá a marinha deter o monstro?

O Monstro do Mar Revolto (It Came from Beneath the Sea) é um filme estadunidense de Horror e Ficção Científica, originalmente lançado em 1955, dirigido por Robert Gordon e estrelado por Kenneth Tobey, Faith Domergue e Donald Curtis.

Mais um clássico da ficção científica de baixíssimo orçamento a contar com o talento da lenda dos efeitos especiais Ray Harryhausen e seu universo fantástico em stop motion. Como o filme possuía um recurso muito reduzido, Harryhausen criou praticamente uma cidade em miniatura, tendo utilizado até brinquedos baratos para inserir na obra. O resultado do esforço de Harryhausen foi a produção de um dos grandes filmes de ficção científica da década de 1950 e também um dos mais conhecidos. Recomendo incondicionalmente.

 
Título Original: It Came from Beneath the Sea (1955)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Dublado em Português - Estéreo
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen

Jovens recém-casados regressam da Suíça, onde passaram a lua de mel, e seguem viagem de trem com destino à Inglaterra, mas devido a um descarrilamento, são obrigados a passar a noite em uma pequena e isolada cidade. No hotel, ficam sabendo que a cidade está sendo assolada por um misterioso assassino que drena o sangue de suas vítimas. Quando o casal resolve seguir viagem, chega ao hotel uma misteriosa Condessa que os convence a passar mais alguns dias no vilarejo, o que os fará vivenciar o pior pesadelo de suas vidas.

Escravas do Desejo (Les lèvres rouges), também conhecido como Daughters of Darkness, é um filme franco-belga de Horror gótico, originalmente lançado em 1971, dirigido por Harry Kümel e estrelado por Delphine Seyrig, John Karlen e Danielle Ouimet.

O filme é bastante sofisticado em termos de estilo, o que nos faz lembrar os clássicos de Mario Bava e o genial trabalho com a cor, mas é também inovador em termos de conteúdo, uma vez que não se prende aos clichês do gênero, apresentando inúmeras quebras de expectativa. Delphine Seyrig, que vive o papel da Condessa Bathory, era uma das atrizes mais badaladas do cinema europeu da década de 1970, e aceitou participar do filme depois que seu marido, o grande cineasta Alain Resnais, insistiu para que ela aceitasse o convite do diretor Harry Kümel.  Como todo bom filme de Horror gótico, o filme joga com subtextos psicossexuais  em uma estética surreal e expressionista. O crítico Geoffrey O'Brien disse certa vez que se o cineasta Fassbinder tivesse realizado um filme de vampiros, seria parecido com Escravas do Desejo. Mais um grande clássico do Horror europeu. Recomendo incondicionalmente.


Título Original: Les lèvres rouges aka Daughters of Darkness (1971)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Inglês - Dolby Digital 1.0
Formatos de Tela: Widescreen


Sobreviventes de um naufrágio buscam refúgio em uma ilha desconhecida e lá encontram uma civilização perdida. Em expedição secreta, um misterioso milionário chega à ilha e, ao tomar contato com duas moças nativas de 60 centímetros de altura pertencentes àquela civilização, decide levá-las para o Japão para serem atração em apresentações musicais. Mas, o que ninguém sabe é que as moças são sacerdotisas de um monstro milenar que virá resgatá-las e deixará um rastro de destruição por onde passar.

Mothra - A Deusa Selvagem (Mosura) é um filme japonês de fantasia e ficção científica, originalmente lançado em 1961, dirigido por Ishirô Honda, com efeitos especiais de Eiji Tsuburaya e estrelado por Furankî Sakai, Hiroshi Koizumi e Kyôko Kagawa.

Mothra é um monstro muito famoso no Japão, ficando atrás apenas de Godzilla em termos de popularidade. Mothra - A Deusa Selvagem foi um dos primeiros sucessos do gênero que ficou conhecido como tokusatsu, filmes japoneses de ficção científica e fantasia com efeitos especiais surpreendentes. O gênero foi uma febre nos anos 1960 e 1970 no Japão, e no Brasil o sucesso se deu, principalmente, nos anos 1980 e 1990. Mothra foi produzido pelo lendário estúdio Toho, responsável por clássicos como Godzilla, Rodan e King Ghidorah. O filme
foi exibido nas tardes malditas da TV Band, na saudosa Sessão Cine Trash. Recomendo incondicionalmente.

Título Original: Mosura (1961)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Dublado em Português - Estéreo
Japonês -  Dolby Digital 2.0 
Formatos de Tela: Widescreen

Aventureiro captura um Tiranossauro Rex que vivia em zonas proibidas de um recôndito Vale esquecido, e leva a criatura para ser a principal atração de um circo mexicano. Mas, na grande noite da exibição para o público, a fere liberta-se do cativeiro e aterroriza a cidade inteira.

O Vale de Gwangi (The Valley of Gwangi) é um filme estadunidense de Horror fantástico, originalmente lançado em 1969, dirigido por Jim O'Connolly e estrelado por James Franciscus, Gila Golan e Richard Carlson.

Mais uma preciosidade do cinema fantástico a contar com os incríveis efeitos especiais em Stop Motion realizados pelo lendário Ray Harryhausen. Willis O'Brien, o mestre de Harryhausen e responsável pelos efeitos visuais do clássico King Kong (1933), foi quem iniciou o projeto de The Valley of Gwangi, que seria uma sequência de King Kong. Mas, o artista faleceu antes de concluir o projeto, que foi retomado e executado anos depois por Ray Harryhausen. O resultado é uma verdadeira obra prima do cinema fantástico, com efeitos visuais surpreendentes para a época. Recomendo incondicionalmente.




Título Original: The Valley of Gwangi (1969)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen


Funcionária de um Sebo aproveita suas noites solitárias para ler contos de Horror que ela encontra entre as centenas de livros antigos e raros que constam no acervo da livraria. Em uma das noites de leitura sombria, a moça percebe algo estranho em sua casa e começa a suspeitar que um maníaco esteja querendo colocar em prática os atos macabros presentes em um de seus contos de Horror favorito.

Prefácio da Morte (I, Madman), também conhecido como Histórias de Terror e Hardcover, é um filme estadunidense de Horror, originalmente lançado em 1989, dirigido por Tibor Takács e estrelado por Jenny Wright, Clayton Rohner e Randall William Cook.

Prefácio da Morte é um daqueles suspenses de Horror que definitivamente deram certo, e isto só é possível quando os principais elementos que compõe o gênero são mobilizados de maneira concisa. O filme apresenta os famigerados e divertidos clichês do gênero sem sucumbir a eles. O resultado é um filme criativo e divertido, que alia uma ótima história a um suspense contagiante, e nos remete aos bons temos do cinema de Horror da década de 1980.
O filme foi exibido no Brasil pela tevê Bandeirantes através do antológico Cine Trash. Recomendo incondicionalmente.


Título Original: I, Madman (1989)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen


 
Em um pequeno e isolado vilarejo americano do Pós-Segunda Guerra, garoto tenta assimilar em seu imaginário infantil as mazelas de uma realidade brutal e injusta. Os problemas do jovem se agravam quando ele começa a desconfiar que sua vizinha é uma vampira.

O Reflexo do Mal (The Reflecting Skin) é um filme de Horror britânico-canadense, originalmente lançado em 1990, dirigido por Philip Ridley e estrelado por Viggo Mortensen, Lindsay Duncan e Jeremy Cooper.

The Reflecting Skin é uma viagem onírica pelo universo infantil, mas é, também, uma reflexão sobre o mal. Mas não um mal associado ao sobrenatural, e sim aquele praticado pela brutalidade humana. A inocência do pequeno Seth Dove, protagonista do filme, não permite que ele aceite o mal como produto da crueldade humana, por isto ele lhe atribui um sentido fantasioso e sobrenatural. A história do filme, contada por meio de uma fascinante poética visual e primorosamente fotografada por Dick Pope, nos lembra o tempo todo que naturalizamos a maldade. Não há reflexão sobre a guerra, a violência, ou o preconceito. A criança é que vê o mal com perplexidade, para o adulto ele está naturalizado e faz parte do cotidiano.

Vencedor de 11 prêmios internacionais, o filme foi exibido em Cannes e aclamado pela crítica, tornando-se em seguida um filme Cult. O famoso crítico Roger Ebert comparou o filme às produções surrealistas de David Lynch, salientando que The Reflecting Skin conseguiu ser ainda melhor. Foi uma das primeiras aparições de Viggo Mortensen em um papel de destaque. Esta obra prima esteve esquecida por muitos anos, mas agora pode ser apreciada em formato digital. Recomendo incondicionalmente.


Título Original: The Reflecting Skin (1990)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Widescreen


Imobiliária ambiciosa inicia campanha publicitária para vender terrenos em uma ilha aparentemente paradisíaca, e atrai compradores do mundo todo. O que os clientes não sabem é que o mar que banha a ilha é um depósito de lixo tóxico, cujas toxinas estão transformando formigas em verdadeiros monstros mutantes.

O Império das Formigas (Empire of the Ants) é um filme estadunidense de Horror e Ficção Científica, originalmente lançado em 1977, produzido pela saudosa American International Pictures, dirigido por Bert I. Gordon e estrelado por Joan Collins, Robert Lansing e John David Carson. O roteiro do filme foi inspirado no clássico conto Empire of the Ants, de H.G. Wells, e faz parte de uma trilogia inspirada em contos do autor e lançada pela AIP na década de 1970.

Mais uma preciosidade do cinema independente de ficção científica americano da década de 1970, com efeitos visuais produzidos de maneira artesanal e muita criatividade. O próprio diretor Bert I. Gordon ajudou a criar os efeitos visuais do filme, que foram basicamente produzidos com imagens ampliadas de formigas naturais e gravações dos atores interagindo com estas imagens a partir de tomadas em estúdio, com a utilização de Chroma Key. O filme possui a atmosfera inebriante dos clássicos do Horror da década de 1970 e lembra os momentos áureos da TV aberta brasileira, na qual sessões noturnas exibiam as preciosidades da AIP. Recomendo incondicionalmente.



Título Original: Empire of the Ants (1977)
Cor: Colorido
Região do DVD: Todas
Legenda: Português
Idiomas / Sistema de Som:
Dublado em Português - Estéreo
Inglês - Dolby Digital 2.0
Formatos de Tela: Fullscreen


 
Copyright © 2008 - 2018 Hell Business - O Reduto dos Monstros